0 comentários fechados

Segredinhos para o preparo de uma boa massa? A Confeitaria Romana dá as dicas.

Tortiglioni, Ravioli, Spaghetti, Canelloni: não são necessários tantos esforços mentais para associar estes pratos deliciosos com a cultura Italiana. As massas (frescas ou secas) são parte fundamental da culinária base stupenda da tal “bota geográfica”, localizada no centro-sul da Europa. Palpites, estudos e tratados atribuem a origem das pastas antes mesmo de 220 d.C. Provenientes, principalmente, das culturas Chinesa e Árabe, estima-se que (talvez) as massas tenham caído nas graças do paladar italiano somente por volta de 1271 e 1295, e desde então, seguem aperfeiçoadas com molhos, carnes, queijos, especiarias e ervas diversas. Compradas em vitrinas e gôndolas de supermercado, ou feitas em casa com o capricho das receitas caseiras de vó, as massas reúnem, em algumas modalidades de preparo, pelo menos um dos ingredientes mais consumidos no mundo de acordo com os dados da FAO (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação: a farinha de trigo.

Há quem acredite que o Brasil seja o décimo país no ranking do consumo mundial de macarrão; a consideração vem da influência enfática da imigração italiana. Pra quem faz parte deste ranking e aprecia uma massa caprichada a boa notícia é que as unidades da Confeitaria Romana oferecem uma linha de receitas frescas e pré-prontas para você levar para casa! Rápidas e práticas às refeições cotidianas, a Romana alinhou sabor e agilidade para quem adora comer bem sem sair de casa e não está com tanto tempo para preparar Una buona pasta. “Fazemos tudo com ingredientes frescos – escolhidos a dedo – com cuidados que vão  da massa ao recheio, para que os consumidores levem o máximo de sabor e qualidade”, assegurou o gerente de atendimento da Unidade Romana, do Cambuí (Campinas-SP) e chef de cozinha, Pedro Scanferla.  Os sabores são variados para Capelettis, Rondeles, Raviolis, Canelones, Raviolone, entre outras mais. Os preços podem ser consultados em cada unidade.


Como as dicas da Mamma!

Se depois de comprar esta delícia, que já vem pré-pronta, você não souber como prepará-la da maneira mais prática e assertiva, Scanferla separou algumas dicas que certamente poderão ajudar confira!

 

Para congelar

Massas cruas

Se for congelar, as massas frescas são melhores para o processo, a dica é congelá-las individualmente, ou seja, sem permitir que a massa fique “embolada” no recipiente. Se a massa não tiver recheio, principalmente a base de embutidos como bacon e calabresa, podem durar até seis meses no congelador, sem oscilações de temperatura.

Massa Cozida

Antes de congelar cozinhe a massa até o ponto ‘el dente’, depois, escorra e resfrie-a em água corrente para cessar o cozimento. Vede bem a embalagem e congele o molho a parte para o sabor ficar melhor.

 

Qual o tempo certo para o cozimento da massa fresca?

Estas massas cozinham super rápido, por isso,  2 ou 3 minutinhos por 500g de massa é o suficiente para deixá-la no ponto, porém, importante ressaltar que o tempo de cozimento conta com a massa já em água fervente.

 

Mollho que não adere?

Sabe quando você faz aquela macarronada, mas, o molho parece não aderir muito bem à massa, pois então, o problema pode estar na quantidade de óleo ou azeite que você adicionou à água de cozimento. Este óleo deixa a pasta ‘escorregadia’ e não permite que o molho se torne aderente. A dica do chef é: na água utilizada para o cozimento coloque apenas umas pitadinas de sal durante a fervura para dar mais sabor à massa; o óleo está dispensado desta etapa.

 

Molhos Brancos à base de leite e queijos

Para não talhar escolha sempre creme de leite fresco, após o cozimento, bata tudo no liquidificador para deixá-lo homogêneo.

 

Acidez

Nada de colocar açúcar no molho de tomate para tirar a acidez! Se for fazer molho fresco, utilize tomates tipo italianos (aqueles mais compridinhos) sem casca e sem sementes. Se mesmo assim o molho lhe parecer ácido tente acrescentar um colher de sopa de leite ou 100g de cenoura ralada no refogado do molho. Mas atenção, a cenoura deve ser processada ou ralada bem fina.

pasta italiana

Onde Fica?

Acesse: www.confeitariaromana.com.br

ROMANA CAMBUÍ
Rua Cor. Silva Telles, 463 – Cambuí Campinas/SP Fone: (19) 3252.7000

ROMANA BARÃO GERALDO
Rua Maria Tereza Dias da Silva, 790 Cidade Universitária – Campinas/SP Fone: (19) 3289.1400

ROMANA ITATIBA
Av. Maria de Lourdes Abreu, 98 Pabreu Mall – Itatiba/SP Fone: (11) 4534.1658

ROMANA DOM PEDRO
Rua Guilherme de Campos, 500 Parque D.Pedro Shopping – Campinas/SP Fone: (19) 3209.0171

 

Por: Tábata Corso
Jornalista – mtb: 50805/SP Gargantini Comunicação tabata@gargantini.com.br www.gargantini.com.br (19) 3645-6566

Data de publicação: 15/08/2012

 

Insira seu email no campo abaixo para receber nossas dicas e notícias

Insira seu email no campo abaixo para
receber nossas dicas e notícias