0 comentários fechados

Muitas pessoas acham que comer salada emagrece. Certo? Nem sempre. Dependendo da combinação, o prato pode se tornar um vilão das dietas.

A famosa saladinha presente em qualquer dieta nem sempre pode ser tão light quanto se imagina. Por trás da aparência saudável, misturado as folhas de alfaces e hortaliças podem estar um monte de calorias em forma de gorduras e punhados exagerados de sal, que tornam aquela bela salada uma bomba calórica. “Rica em fibras, o prato aumenta a sensação de saciedade, quando consumida como entrada ajuda a pessoa a não exagerar na refeição. Além disso, facilita a digestão, pois prepara o estômago aos poucos para o prato principal”, explica a nutricionista Priscilla Baracat.

Saladas

Segundo Priscilla a maioria das pessoas tem uma idéia errada sobre a ingestão de salada e misturam as folhas e hortaliças uma série de acompanhamentos, como queijo, bacon, massas, maionese, molhos prontos. “Isso tudo é uma bomba calórica e engorda mais do que outros alimentos” explica ela. Muito cuidado. Engana-se quem acha que o valor calórico de uma salada está intimamente ligado ao seu tamanho, o que vai definir isso é a combinação de ingredientes. Segundo Priscilla o ideal é que ela tenham uma  densidade energética baixa, isso significa que mesmo que tenha um volume considerável, precisa somar poucas calorias.

Se for consumida como prato principal a dica é fazer um mix de ingredientes inclusive proteínas e carboidratos. São importantes verduras, legumes, proteínas e algum tipo de gordura, preferencialmente o azeite de oliva extravirgem. Temperar com vinagre, sal e limão também não faz mal. Vale a regra quanto mais colorida for a salada, mais nutritiva ela será. Mas é claro sem exageros. “Até mesmo o consumo excessivo de folhas pode exceder a recomendação de fibras e interferir no aproveitamento de alguns minerais”, alerta a nutricionista.

Ø  Ao montar sua salada, preste atenção para não cair em armadilhas

Não estrague seu prato de salada abusando de ingredientes como a batata palha, massas, bacon, queijos muito oferecidos em bufês.

Ø  Sinal vermelho para o tomate seco, ele esconde gordura e calorias aos montes. Dê preferência ao tomate comum ou por tomatinhos-cereja

Ø  Molhos industrializados devem ser consumidos com muito cuidado, não derrame demais sobre a salada. De pendendo do molho além das calorias, eles podem estar carregados de sódio e substâncias nocivas.

Ø  Substitua o croutons por pedaços de torradinha integral.

Confira a quantidade de calorias em duas colheres de sopa (30 g)

Iogurte 32 cal
Limão 58 cal
Italian 72 cal
Caesar 88 cal
French 92 cal
Rosé 106 cal

Fonte: Destak Comunicação  (61) 3345-8906
Mônica Marques (61) 9260-2194

Data de publicação: 22/05/2011

 

Insira seu email no campo abaixo para receber nossas dicas e notícias

Insira seu email no campo abaixo para
receber nossas dicas e notícias