A chocolatière usou uma receita de família como inspiração para seu presente neste Dia das Mães

Quando a mãe da chocolatière Eliane Valladão saiu do interior da Paraíba para Brasília, levou na bagagem uma receita de família que sempre encantou seus filhos. O doce é uma mistura de gergelim com rapadura e um toque de amor de mãe que a proprietária da Cacahuá nunca esquece. “Este ano mesmo, no meu aniversário, pedi pra ela fazer pra mim um panelão do doce, que acabou rapidinho.”, conta Eliane, filha da sra. Joaquina.

Inspirada nesses laços familiares à mesa, a chocolatière decidiu criar para este Dia das Mães uma novidade de presente a todas as homenageadas da data. Ela reproduziu o doce de sua mãe e o envolveu com chocolate belga meio amargo, criando assim a Trufa Joaquina. O recheio macio é uma surpresa ao paladar nos encontros dos sabores nordestinos e belga, ressaltando aromas e sabores do gergelim com o delicado doce da cana-de-açúcar e o equilíbrio do cacau importado, lembrando que todos os chocolates da Cacahuá não tem adição de gordura hidrogenada, o que garante o diferencial da chocolateira. “Estamos utilizando uma rapadura paraibana, que não é tão dura e seca quanto a que estamos acostumados no sudeste e centro-oeste do país. Isso garante um recheio mais delicado, além de ser um produto mais fácil de trabalhar.”, explica. A Trufa Joaquina custa R$ 3,60 a unidade e poderá se comprada diretamente na loja da Cacahuá à partir da quarta-feira (02/05) ou encomendada em caixas pelo telefone (61) 3443-0430. Além da nova trufa, Eliane também criou caixas de chocolate estampadas com desenhos de flores e corações muito coloridos, estampas que também decoram alguns bombons da loja nesta época do ano.

END: 207 Sul, bloco A, loja 37, Asa Sul, Brasília, DF – (61) 3443-0430

Funcionamento: terça a sábado, das 10h às 23h. Domingos, das 14h às 22h.

facebook.com/CacahuaChocolates –  @cacahua_brasil – www.cacahua.com.br

 

trufas dia das maes

Saiba mais sobre Eliane Valladão

Na Páscoa de 1995, Eliane Valladão decidiu fazer ovos de chocolate para levantar capital. Sem muita técnica e conhecimento, mas com muito bom gosto, ela acabou vendendo mais de 200kg de chocolate. No ano seguinte, decidiu investir novamente mas apenas para um público seleto. Depois disso, a psicóloga Eliane se dedicou ao chocolate somente como prazer na hora de cozinhar, sempre fazendo para seus amigos algumas criações que levassem cacau. Mas em 2006 um sonho começava a se tornar um projeto de vida. Eliane se encontrou com Carlo Möckli, pâtissier, chocolatier e consultor suíço que mora no RJ e veio a Brasília a seu convite. Carlo é um especialista na área, tendo sido responsável pela formação de chefs e mestres na Suiça, além de ter criado uma seleção de chocolates com o selo da rainha da Inglaterra e comandado diversas linhas de produção na Europa. Depois de dias de conversa com Eliane, ele plantou nela uma semente do que seria a Cacahuá. Foi então que ela decidiu se dedicar completamente ao chocolate, deixando a vida de psicóloga e partindo para os estudos de formação de uma chocolatière.

Foi com Carlo Möckli que Eliane aprendeu a trabalhar com o chocolate, sua difícil temperagem e as melhores mesclas de sabores e texturas. No início ela chegava a perder até 20kg de chocolate por um erro de apenas um grau centigrado durante a produção. Depois de muito estudo e prática, Eliane concretizou o projeto com a construção da sua fábrica de chocolate e a abertura da Cacahuá em março de 2008.

Além dos conhecimentos que acumula ao longo dos anos e com sua vasta biblioteca, Eliane faz questão de buscar novas informações também in loco, em viagens investigativas que faz para países como Itália, França, Suiça e Estados Unidos. Na hora de criar novas receitas, Eliane recebe inspiração de sua vivência gastronômica, de desejos, pedidos, amizades e até de uma paixão. A chocolatière inclusive já fez bombons e trufas para homenagear clientes e celebrações.

Por: Juan Corbalán
61. 8107. 0810 /   61. 3345. 7216
juan@gastrocomunicacao.com
www.gastrocomunicacao.com /  www.blogdagastro.com
facebook.com/gastro.comunicacao /   facebook.com/jtcorbalan
@gastrocomunic  /  @juancorbalan

Data de publicação: 03/05/2012

 

1 Comentário para Eliane Valladão cria trufa em homenagem às mães

  1. kelita disse:

    queria saber se tem algum presente que posso fazer em casa para o dia das maes.obrigada des de ja .e espero a resposta bjs..

Insira seu email no campo abaixo para receber nossas dicas e notícias

Insira seu email no campo abaixo para
receber nossas dicas e notícias