Churrasqueiro do Porcão revela os segredos para o bom preparo da carne

Quem não gosta de fazer aquele churrasco em casa no final de semana para confraternizar com parentes ou amigos? Então, aí vão algumas dicas de um churrasqueiro profissional para o evento tornar-se, além de agradável e alegre, também digno de elogios por parte dos convidados.  Segundo o passador de carnes do Porcão Rio’s, Gutemberg Dias, não é nada complicado, mas é preciso estar atento a alguns detalhes importantes, como a escolha das carnes, os temperos específicos e o aquecimento da churrasqueira.

Ele explica que a escolha das carnes passa, em primeiro lugar, pelo bolso do consumidor. “Se a pessoa estiver com pouco dinheiro, pode fazer o churrasco com fraldinha, contrafilé, linguiça, frango e coração. Se a pessoa estiver com mais recursos, pode-se acrescentar a picanha, a alcatra e a costela. Só desaconselho o filé mignon, que é uma carne muito seca, e, também carnes de segunda por serem mais duras”.

Outros detalhes que vão fazer a diferença do churrasco caseiro são os cortes da carne e os temperos. Gutemberg orienta que, no caso da fraldinha, da alcatra e da costela, as peça devem ser assadas inteiras. Já a costela deve ser assada no fogão entre quatro e cinco horas antes de ir à churrasqueira para torná-la ainda mais macia. O contrafilé deve ser cortado em bifes, de espessura de cerca de 10 centímetros. A picanha, carne idolatrada pelos fãs de um bom churrasco, pode ser assada em peça inteira com gordura ou em cortes.

O churrasqueiro indica ainda que as churrasqueiras devem ser aquecidas quatro horas antes do início do churrasco, caso o mesmo inclua a costela. Do contrário, 20 minutos são suficientes para aquecimento.

Temperos – Segundo o profissional do Porcão Rio’s, pode-se temperar a maioria das carnes apenas com sal grosso, incluindo a linguiça e o frango, no entanto existem temperos especiais que fazem o diferencial em um churrasco. “A picanha pode ser temperada com alho ou queijo parmesão, fica uma delícia. O coração pode levar um tempero especial preparado com vinho branco, salsa, cebolinha, alho e sal. O mesmo tempero, trocando apenas do vinho pela cerveja, pode ser utilizado nas coxinhas de frango.”

Acompanhamentos – Farofa, preparada com alho e manteiga ou com ovos, e um bom molho à campanha compõem um saboroso churrasco. Algumas dicas, no entanto, são importantes: o molho deve ser preparado somente com azeite e vinagre, sem água; com mais cebola e tomate e menos pimentão devido ao sabor ardente.

Churrasco
Por: Flávia Sousa
(21) 3232.4600/ (21) 9592.7188/ (21) 7883.7865
flaviasousa@montecastelo-ideias.com.br
montecastelo-ideias.com.br
http://twitter.com/mcideias

Data de publicação: 01/03/2012

 

2 Comentários para Dicas profissionais para preparar um bom churrasco em casa

  1. Jose Carlos disse:

    Me deu ate vontade de fazer, um churrasco

  2. Ines Farias disse:

    Amei as dicas! Final de semana chegando… Quero churrasco já!

Insira seu email no campo abaixo para receber nossas dicas e notícias

Insira seu email no campo abaixo para
receber nossas dicas e notícias