0 comentários fechados

A cafeína produz endorfinas, estimula o funcionamento do organismo e ativa a memória. Novos estudos defendem que o café, desde que se tome até quatro xícaras diárias, faz bem ao corpo.

Afinal, o café tem ácidos clorogênicos (que modulam o estado de humor e ajudam a combater a depressão), quinídeos (melhoram a circulação) e vitamina B3, todos eles ótimos antioxidantes, ou seja, que limpam as toxinas do seu organismo. Sem abuso, e com o aval do seu médico, café é ótimo. E alguns estudos mostram que o consumo regular de café pode ajudar a reduzir a incidência de diabetes tipo 2.

Nem pensar: Quando combinado ao cigarro, aí o café vira veneno. O cafestol e o kahweol, substâncias encontradas no café, podem aumentar os níveis de colesterol total e do colesterol ruim, o LDL.

Dica: O café filtrado é a melhor opção para quem tem o colesterol elevado.

Com açúcar: Ele dá energia, ânimo, como bom carboidrato que é. Mas quem come açúcar demais, além de correr o risco de engordar e ficar com diabetes, pode sofrer com aumento e queda violentos de glicose – ou seja, o corpo se estressa, quer mais açúcar e entra no círculo vicioso. Nessa hora, em vez de proporcionar energia, ele só vai desanimar você. E atenção: quem tem diabetes ou quem está com triglicérides elevados não deve consumir açúcar – ou consumir pouco.

Efeito estufa: Quanto mais açúcar, maior o seu peso e menor a sua disposição. E ainda maior é o risco de problemas

cardíacos.

Fonte: Livro – Comida que cuida 3

Data de publicação: 08/11/2009

 

Insira seu email no campo abaixo para receber nossas dicas e notícias

Insira seu email no campo abaixo para
receber nossas dicas e notícias