O diabetes surge quando a produção de insulina do corpo falha ou não atua como deveria, o que eleva a taxa de gli- cose no sangue. O pâncreas produz insulina no corpo, e é ela quem transporta a glicose, fonte de energia, para as células. Quando o pâncreas não produz a insulina ou está debilitado e produz pouco, há um aumento da glicose. Daí o diabetes.

Diabetes tipo 1 – Geralmente diagnosticado na infância ou na adolescência. É preciso cuidar da alimentação e usar insulina, já que o corpo não produz nada ou produz muito pouca insulina.

Diabetes tipo 2 – Costuma surgir depois dos 40 anos, em indivíduos sedentários e, geralmente, com sobrepeso, o que faz com que o corpo não utilize a insulina de forma adequada. Então, deve-se fazer dieta para emagrecer, tomar comprimidos e talvez insulina também. É o tipo 2 que costuma estar mais ligado aos problemas cardiovasculares, porque vem no pacote idade/sedentarismo/excesso de peso… E como nem sempre os sintomas são diagnosticados a tempo, o coração é quem sofre.

Você sabia que…

• Se comer um pão francês com margarina ou requeijão (melhor o light, olhe o seu coração!), vai retardar a elevação da glicemia? Ou seja, melhor comer um pão com margarina do que só o pão…

• Uma espiga de milho, pura, tem 28 carboidratos, o mesmo que um pãozinho? E que uma xícara de pipoca tem 10 car- boidratos. Então, devagar com o milho…

• É melhor comer uma laranja do que tomar um suco? O suco leva, no mínimo, umas 3 laranjas e fica com alto índice de carboidratos. E que a laranja tem mais fibras, sacia sua fome e faz bem ao intestino.

• Dois brigadeiros pequenos, de festa, têm a mesma quantidade de carboidratos que uma barrinha de cereal?

Dicas essenciais para quem tem diabetes:

Corrigir a alimentação;

Sempre medir a glicemia e tomar a medicação que o médico recomendar;

Fazer exercícios físicos;

Sempre consultar seu médico e nutricionista.

Quando for fazer uma viagem longa, especialmente de avião (já que você não vai poder parar para fazer um lanchinho), leve na sua bagagem de mão umas pequenas delícias: barrinhas de cereais, frutas, queijos, biscoitos salgados e doces e não se esqueça de beber bastante água. NUNCA fique mais de três a quatro horas sem comer nem que seja uma coisinha.

De 50% a 60% da sua refeição devem ser de carboidratos: um pouco de arroz ou batata ou macarrão. O que não pode é comer demais.

Se você ficar muito tempo sem comer (ou seja, intervalos maiores do que quatro horas sem nada no estômago) ou se você se exercitar demais ou exagerar na medicação, pode ter uma hipoglicemia. Isso quer dizer que está com açúcar baixo no sangue. O que pode colocar seu coração em risco outra vez.

Os sintomas? Tremores, suores, fome, muita fraqueza, pele úmida, confusão mental, palpitação.

O que fazer? Se estiver consciente, tome um refrigerante não diet ou suco de frutas ou água com açúcar. Avise quem está próximo de você: se um dia acontecer de você ficar inconsciente e não puder engolir, é preciso que alguém coloque uma colher de sopa de açúcar entre sua bochecha e seus dentes e leve você ao hospital, se nada melhorar em 15 minutos.

Precisa também fazer exercício, de três a cinco vezes por semana. De 70% a 80% das atividades físicas têm de ser aeróbicas: caminhar, nadar, andar de bicicleta. E uns 30% de musculação. É difícil a adesão ao exercício no começo, mas, depois, ele vira um gatilho para a mudança de hábitos. A pessoa se sente melhor, fica estimulada. Pessoas ansiosas, muito estressadas, devem fazer meditação, nem que seja por um pouco de tempo por dia.

Fonte: Livro Comida Que Cuida

Data de publicação: 27/04/2010

16 Comentários para Dicas de alimentação para quem tem diabetes

  1. Virginia disse:

    Adorei ter recebido o email de vocês, foi muito útil. Me esclareceu algumas dúvidas. Legal mesmo.

  2. Fabiana disse:

    Ola, tenho diabetes tipo 1 já tem un 12 anos. Ainda tenho algumas dúvidas e gostaria de alimentação. Uma delas é sobre sucos de frutas naturais, quais sobem menos o açucar e se são aconselhaveis ou melhor eitá-los.
    Gostaria de também receber algumas dicas de como cuidar melhor do diabetes. Uma das coisas que me preocupa é o controle do açúcar antes das refeições, pois como trabalho e como muito fora de casa, acabo esquecendo de medir e só lembro quando já estou comendo.
    Grata
    Fabiana

  3. Vanessa disse:

    Olá. Minha sogra está com diabetes, mas ela é um apessoa muito sedentária, não sai do apartamento dela pra nada. Tem algum alimento que possa ser adicionado que ajude a reduzir a glicemia, como aveia, algum chá????

    Abraço.

  4. ola! tenho senhor que eu conheço que e diabético, e algum tempo agora esta ficando paralizado,teve uma de suas pens amputadas,,por aparecimento de bolhas em seus pés,ficou com os dedos dos pés por 6 meses muito ruim e o médico disse se não sarasse tinha que cortar, os dedos sarou agora deu bolhonas nos calcanha, ele estava hospitalizados teve alta com 15 dias que estava em casa,voltou ao médico para se vacinar, e teve muita febre, e seus pés arruinou mais, e acabou sendo internado novamente em outro hospital, com no 3º dia que estava hospitalizado, fizeram a cirugia, mas aquelas bolhas estão ainda em outra parte do corpo.isto é normal em diabético?,não existe tratamento para ele até sarar estas bolhas?tem alguma solução para este senhor melhorar enquanto vive.

    bai.

  5. Claudia disse:

    Olá descobri recentemente que estou com diabetes.Sou uma pessoa muito sedentária e estou bastante acima do peso.Quero muito emagrecer,mas não sei ao certo quais alimentos evitar,e quais poderiam me ajudar.
    Gostaria de saber também qual a diferença entre light e diet.Obrigada.

  6. sandra helena de oliveira silva disse:

    bom dia eu gostaria de saber qual alimentos que o diabete pode comer e os que sobe a glicose eu tomo remedio para diabete e nao sei qual e a minha eu tem hora que eu fico sentindo suor frio e tremula sera que e por que passo da hora de alimentar aguardo o retorno obrigado

  7. maria josé leal disse:

    estou acima do peso, ja tive problema quero uma receita saudavel

  8. Alice disse:

    Ola!sou Alice,e minha mãe é diabética do tipo1 a muitos anos.o açúcar dela de uns dias p/a cá só vive subindo,ou então desce chegando a 22m/dl.Quando baixa eu aprende como elevar visualizando os sinais.Mas quando se por um acaso se elevar o que devo fazer? E quais os sintomas da glicemia alta.

  9. francisca maria disse:

    sou diadetica estou com problrmas nas maos,aida nao sei o alimento certo, gostaria de umas informaçao;

  10. alessandra de carvalho disse:

    olá estou precisando de uma ajuda acabei de saber que estou diabetica ,gostaria de receber algumas dicas para a minha alimentaçao estou desespsrada,poi o medico disse que posso entra em coma se eu não me cuidar agradeço desde já abraços

  11. Daniele disse:

    Gostaria de saber sobre a taxa sempre alta o que fazer nesses caso?tipo a minha vó esta ultimamente com a taxa sempre alta ela tmb esta com um pouco de infecção,todos os dias estamos fazendo o teste e nao sai de 350 e que fazer?me ajude…

  12. isabel disse:

    Bom dia gostaria de receber informação sobre diabetes para minha filha de 14 anos não sei como fazer as refeições quando tiver anivesario a tarde ou a noite.

  13. clarice dallepiane disse:

    eu tenho diabete nao sei tipo gostaria de saber que posso comer sem alterar a glicose tem dias que cinto muita tontura quando deito parece que tudo rodeia em volta sera que a glicose esta alta

  14. mariangela disse:

    Minha filha tem 28anos tem hipotiroidismo e agora se tornou diabetica(sem historico de casos na familia)Estou muito confusa sobre a quantidade de calorias que ela dever comer por dia.Pq além não poder comer açúcar ela tem um limite de calorias e não sei quanto.Obrigado

Insira seu email no campo abaixo para receber nossas dicas e notícias

Deixe seu Comentário





* Campos obrigatórios

Insira seu email no campo abaixo para
receber nossas dicas e notícias