0 comentários fechados

A linha Caminhos do Mundo é elaborada e preparada artesanalmente, sem aromatizantes e conservantes. Os chás podem ser encontrados na Caramelodrama, Chokolat, Fada Formiga, La Rauxa e Empório Capitolino


Após nove meses de pesquisa sobre a cultura do chá em oito países, a designer de chá Dani Lieuthier lança a linha de blends exclusivos ‘Caminhos do Mundo’. Elaborados e preparados artesanalmente pela especialista, os blends não levam aromatizantes nem conservantes. Há opções de chá branco, chá verde, chá preto, oolong (chá azul) e pu-erh (chá escuro) com frutas frescas e cascas de frutas, descascadas e desidratadas pela própria Caminho do Chá, além de especiarias como baunilha, cravo, canela e anis estrelado.

A linha Caminhos do Mundo já pode ser encontrada em quatro confeitarias e cafés de Curitiba: Caramelodrama, Chokolat, Fada Formiga, La Rauxa e Empório Capitolino. Os blends também poderão ser degustados em breve na casa de chás Caminho do Chá. O espaço, onde o consumidor poderá saborear os melhores chás do mundo e conhecer a origem e tradição da bebida de acordo com o país de origem, será inaugurado até em outubro desse ano. Além de servir chás, a casa de chá vai oferecer diversas opções de comidinhas, como pães caseiros, sanduíches gourmet e uma grande variedade de doces, alguns deles, com chá na receita. O local também vai servir menu do dia, com duas opções de almoço leve, com entrada, prato principal e chá gelado ou quente.

caminho do chá

Caminho do Chá

Idealizada com o intuito de propor uma experiência única para o consumidor, a casa especializada em chá Caminho do Chá será inaugurada até o final de 2014, em Curitiba.  O espaço é resultado de nove meses de pesquisa e trabalho da publicitária curitibana Dani Lieuthier, que passou por nove países em três continentes para estudar a cultura milenar da bebida.

A especialista e designer de chá encontrou inspiração em todos os lugares que passou na França, Inglaterra, Turquia, Geórgia, Tailândia, China, Taiwan e Marrocos. “O mundo dos chás é apaixonante. Pude perceber as diferenças tanto no consumo da bebida quanto na fabricação de diversos tipos de chá, quando trabalhei em plantações de chá na Turquia, Tailândia e China. Aprendi muito e ainda tenho muito que aprender. Minha próxima tea expedition vai ser em abril do ano que vem, mas vai durar só um mês. Dessa vez, vou para a Índia, Nepal e Sri Lanka. Quem entra no mundo dos chás, não consegue mais sair!”, conta Dani.

Por: Rafaella Ortis

www.caminhodocha.com.br

Data de publicação: 13/10/2014

 

Insira seu email no campo abaixo para receber nossas dicas e notícias

Insira seu email no campo abaixo para
receber nossas dicas e notícias