Saborosa, refrescante e nutritiva, possui propriedades diuréticas, vermífugas, combatendo problemas dos rins, intestinos e estômago. Possui ainda muitos nutrientes e é indicada para problemas da pele.

A Cucurbita citrullus, como é conhecida cientificamente a melancia, é originária da Índia, tendo se adaptado perfeitamente ao clima tropical do Brasil, sendo cultivada em todos os estados. É fruta de polpa saudável e refrigerante, porém difícil combinação com outros alimentos sólidos ou líquidos, motivo pelo qual deve ser ingerida isoladamente.

Melancia

De acordo com o livro A Cura Popular Pela Comida do Dr. Flávio Rofman, médico conceituado por seus trabalhos na área da Metabologia, as sementes de melancia se prestam para fazer uma bebida diurética e vermífuga, agradável ao paladar, denominada orchata. Segundo seu livro, a melancia vale pelo que pesa, resultante final de sua riqueza vitamínica.

É fruta que deve ser comida bem fresca e madura e em quantidades moderadas; do contrário pode produzir cólicas e desinterias.

A água nela contida ocasiona grandes descargas de ácido úrico. Dessa forma os filtros renais são limpos pela água, durante sua passagem.

Usos medicinais

A melancia lava o estômago e os intestinos, dando à ração um volume total que provoca as contrações peristálticas das paredes do aparelho digestivo, evitando a atonia intestinal, que é a causa das constipações ou prisões de ventre e conseqüentes estados de melancolia, neurastenia, etc.

Médicos afirmam que a melancia é especialmente indicada para pessoas que sofrem de enfermidades das vias urinárias. Para esses casos, é recomendado o suco de melancia, principalmente durante as fases em que houver febre.

Como o uso da melancia em abundância, curam-se ou combatem-se enfermidades da pele. A melancia também é aconselhável aos que sofrem de dores e gases intestinais, afecções das vias respiratórias, bronquites crônicas, catarros pulmonares, etc.

Artrite, blenorragia, acidez estomacal, gota, falta de apetite, obesidade e hipertensão arterial, afecções da garganta, chagas da boca, e até mesmo desejo de tomar bebidas alcóolicas, são outros problemas que podem ser combatidos com a ingestão de melancia.

Uso tópico

Exteriormente, usa-se a melancia no tratamento da erisipela. Aplicam-se trituradas, polpa e casca, em cataplasmas, ou suco em pinceladas. Para combater as febres, toma-se como já foi dito, o suco da melancia e aplicam-se fatias de fruta diretamente sobre o abdômen. As sementes oleaginosas da melancia, trituradas, acalmam as dores produzidas por ferimentos. São notáveis os efeitos comprovados. Em virtude de seu conteúdo em cucurbocitina, as sementes têm o poder de dilatar os vasos capilares, reduzindo a hipertensão.

Fonte: Revista Terceiromilênio

Data de publicação: 18/04/2011

 

4 Comentários para A melancia e seus benefícios para a saúde

  1. arlene disse:

    gostei da dica

  2. Paulo disse:

    De fácil compressão e muito obrigado pelas explicações contidas neste

  3. ildeu Mendes de Araujo disse:

    Muito obrigado gostei muito das orientaçoes. Desde já agradeço Mendes cabeleireiro

  4. renato disse:

    Tirei uma duvida muito boa obg.

Insira seu email no campo abaixo para receber nossas dicas e notícias

Insira seu email no campo abaixo para
receber nossas dicas e notícias